Ótica Visual

Ótica Visual

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Segunda pauta de sessões do TJP em Assú em 2017 terminou com oito réus condenados

Terminou nesta quinta-feira, dia 17 de agosto com a condenação de José Wilton da Silva a segunda pauta de 2017 do Tribunal do Júri Popular (TJP), em Assú. O réu foi apontado como acusado de matar durante o carnaval deste ano na Avenida Senador João Câmara em Assú, Jossier Walter Ferreira – Jussier Pintor. Condenado por homicídio duplamente qualificado e corrupção de menores, José Wilton pegou 17 anos e 10 meses de reclusão.
Ao todo, oito réus foram condenados no período em que os acusados de crimes contra a vida – homicídio e/ou tentativa de homicídio foram julgados. Tais crimes aconteceram em 2002; 2009; 2013; 2014 e 2017. A secretaria da Vara Criminal da Comarca de Assú enviou à nossa redação o resultado final dos julgamentos de forma detalhada.
No julgamento do dia 07 de agosto Edilson da Silva foi réu na Ação Penal que teve como vítima Josivânia da Silva. O processo foi desclassificado de crime doloso contra a vida para outro de competência do juiz singular que no caso foi lesão corporal no âmbito da violência doméstica. A pena imposta foi dois anos de detenção.
No dia seguinte foi submetido ao crivo do julgamento popular o processo de autoria do Ministério Público que tratou do crime contra Antonio Marrocos Sobrinho, Francisco Avila Cardoso Lopes e Raimundo Fernandes da Silva, tendo como acusados José Antonio Lucas e Daniel do Nascimento Viana. Julgado parcialmente procedente, o réu José Antonio foi absolvido e Daniel do Nascimento condenado por dupla tentativa de homicídio qualificada a 14 anos de reclusão.
No dia 09 de agosto o banco dos réus seria ocupado por Adalberto Fernandes Bezerra acusado do crime contra Francisco Wendell Araújo Albano. O foi suspenso para instaurar o incidente de sanidade mental.                               
A Ação Penal de autoria do Ministério Público que apurou o crime contra Júlio Cesar Frutuoso da Silva e que teve como acusado Ladislau Lopes de Oliveira foi julgada e ao final houve a desclassificação de crime doloso contra a vida para outro de competência do juiz singular que no caso foi lesão corporal leve. Remetido ao Juizado Especial por ser crime de menor potencial ofensivo.
Francisco Rodrigo Bezerra, Gleydson Elton Gomes da Silva, Genário de Assis Oliveira Saraiva e Gedeilson Antonio de Lima Sobrinho, sentaram no banco dos réus na condição de autores do crime que vitimou Denwelesley dos Santos e André Alves de Oliveira. Ao término desse julgamento que aconteceu no dia 14, o réu Genário foi absolvido e Francisco Rodrigo, Gedeilson e Gleydson foram condenados por dupla tentativa de homicídio duplamente qualificado. Foi estabelecida a Francisco Rodrigo a pena de 21 anos e 04 meses. A Gedeilson Antonio a pena imposta foi de 21 anos e 04 meses de reclusão e um ano de detenção.  Gleydson Elton pegou 18 anos e 08 meses de reclusão.
Já entrando na reta final de julgamentos, foi submetido ao crivo do júri popular a Ação Penal que aponta Inácio Miguel de Castro Filho como acusado de um crime que vitimou Francisco Segundo de Castro. O réu foi condenado por homicídio simples na forma tentada a dois anos recluso.
No penúltimo dia de sessões do TJP, foi desclassificado de crime doloso contra a vida para outro de competência do juiz singular que no caso foi lesão corporal grave, o crime cometido por Absalão Paulo de Mendonça contra Silvano Garcia de Araújo. Segundo a secretaria da Vara Criminal haverá audiência para proposta de suspensão condicional do processo.

Assú recebe o caminhão do projeto Energia com Cidadania da Cosern na próxima semana

O município de Assú vai receber na próxima semana de modo mais específico, segunda e terça-feira, dias 21 e 22 de agosto respetivamente, o caminhão do Projeto Energia com Cidadania da Cosern. É o que informa a Cosern por meio da sua assessoria de imprensa na capital potiguar. A iniciativa, que faz parte do Programa de Eficiência Energética do Grupo Neoenergia, regulado pela ANEEL, vai promover palestras educativas e a substituição de lâmpadas ineficientes por LED, além de distribuir kits com jogos educativos e cartilhas informativas com orientações sobre o uso seguro e eficiente de energia elétrica. Em Assú, o caminhão da Energia com Cidadania ficará estacionado na Praça da Igreja Matriz de São João Batista, no Centro, e atenderá a população na segunda-feira das 10h às 17h30 e na terça das 08h às 17h30.
No dia 22 a partir das 10h, a Cosern receberá a imprensa no caminhão para fazer um balanço da ação e detalhar os principais projetos em Assú e região do Vale. Em 2016, o caminhão da Cosern passou por 16 municípios do Rio Grande do Norte, substituindo mais de trinta mil lâmpadas, além de levar ações de eficiência energética e de segurança, orientações sobre o cadastramento na Tarifa Social de Energia Elétrica e distribuição de kits educativos. O Projeto segue as diretrizes da política de sustentabilidade do Grupo Neoenergia, que adota o modelo de gestão socialmente responsável. Nos dias 24 e 25 de agosto, o caminhão do projeto Energia com Cidadania estará na cidade de Nísia Floresta, na região Agreste. Depois, segue para os municípios de Pau dos Ferros, Luís Gomes e Alexandria, no Alto Oeste, e Jardim de Piranhas, no Seridó. Para participar é necessário atender aos seguintes critérios;
· Ser cliente residencial, morador de comunidade popular;
· Cada titular da conta de energia, limitado a uma unidade consumidora, poderá ter substituído até cinco) lâmpadas LED com selo PROCEL;
· Caso nos últimos seis anos o consumidor já tenha recebido um total de oito lâmpadas LED doadas pela Cosern, em uma mesma conta contrato, ele não poderá ser beneficiado novamente.
Também é necessário o cliente está de posse dos documentos pessoais (RG e CPF), além da conta de energia do último mês.

Em média quatro Medidas Protetivas são requeridas semanalmente em Assú

Os casos de agressão que têm as mulheres como vítimas em Assú resultam no requerimento junto a representação local do Poder Judiciário em média quatro Medidas Protetivas por semana. A afirmação é do juiz da Vara Criminal da Comarca Judicial com sede no município, Marivaldo Dantas de Araújo. Segundo o Conselho Nacional de Justiça – CNJ, Medidas Protetivas se caracterizam pelo afastamento do agressor do lar ou local de convivência com a vítima, a fixação de limite mínimo de distância de que o agressor fica proibido de ultrapassar em relação à vítima e a suspensão da posse ou restrição do porte de armas, se for o caso. Clique aqui e saiba mais.

Projeto Talentos nas Cidades chegará a Casa de Cultura de Assú

O projeto Talentos das Cidades nas Casas de Cultura Popular – Edição 2017 tem como objetivo descobrir talentos no interior do estado, e será realizado em 10 cidades onde existam Casas de Cultura cujas estruturas permitam a realização de eventos desta natureza. Poderão participar do projeto Talentos das Cidades nas Casas de Cultura Popular – Edição 2017 pessoas residentes nas cidades visitadas pelo projeto, concorrendo em duas categorias.
Voz Revelação Infantil (para participantes até 12 anos de idade) e Voz Revelação Adulto (para participantes a partir de 13 anos de idade). Não poderão participar como atração e nem se inscrever para participar deste projeto concorrendo tanto na categoria Infantil, quanto na categoria Adulto, quem já tenha conquistado o primeiro lugar em concursos da mesma natureza, promovidos no território potiguar nos últimos dois anos por outros programas de TV. Os vencedores através da Comissão Julgadora representarão suas cidades em Natal, em dois eventos: a Final da categoria Infantil, a realizar-se no dia 12 de outubro, na Cidade da Criança, durante as comemorações do Dia da Criança e a Final da categoria Adulto, no dia 08 de dezembro, no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel. Quem vencer na categoria Infantil ganhará troféu e prêmio a critério da coordenação do projeto. Na categoria, Adulto quem vencer receberá um troféu e gravará um CD.
Em Assú segundo consta no cartaz oficial de divulgação a presença do projeto Talentos das Cidades nas Casas de Cultura Popular está agendado para dia 26 deste mês um sábado. 

Atletas de Assú viajam para a Argentina onde disputarão competição internacional

Divulgação: Clécia Albano, Paulo Ricardo e Nívia Barros
Depois de confirmar presença no Argentina Open de Taekwondo e buscar garantir recursos para bancar a viagem e a estadia, Paulo Ricardo, Nívia Barros e Clécia Albano embarcaram nesta quinta-feira, dia 17 de agosto para Buenos Aires na Argentina. Os três são de Assú e integram o Team Taekwondo Escola. A competição internacional acontecerá neste próximo final de semana e reunirá taekwondistas de várias partes do planeta. 
A busca por resultado um positivo, com certeza é a principal meta dos nossos atletas. Somos cientes que não será fácil, pois este evento contará com a participação de vários atletas de ponta, elevando assim o nível de competitividade na mesma. Os dias que antecederam [a viagem] foram difíceis para eles, devido a correria para captar recursos para compra de passagens e outras dispensas. Foram feitos dois eventos para complementação de despesas. Graças a Deus os três conseguiram cobrir as dispensas com taxas, hospedagens, passagens. Apesar de todas as dificuldades nossos guerreiros estarão representando nossa cidade neste evento que valera pontos para o Ranking Internacional”, resumo do que escreveu o técnico Fábio Lourenço em seu perfil no Facebook.
Ele fez questão de agradecer a todos que deram sua parcela de colaboração para que esse momento chegasse.
Quero agradecer aos apoiadores de sempre. Farmácia Santa Cecilia, Drogaria Tamires, JM Designer, Ativa Contabilidade, Pratica Academia, Assunet , Vereadora Delkiza Cavalcante, Vereadora Fabielle Bezerra, Cerâmica Progresso, Esporte Combate, Rádio Princesa do Vale, Dayse de Oliveira, (Arena), e Prefeitura Municipal do Assú”, finalizou.